segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

Segunda- feira, 25 de Janeiro de 2009 às 22h52min.
Palácio Lilás – Alto dos Vales Valinhenses

“Lá estava ela novamente atrás da velha estante que, há anos, ficava escondida vendo os pais discutindo e os vasos voando.
Mas dessa vez tudo era diferente, James e William estavam do outro lado das estantes do escritório de seu pai e nada voava.
James com um tom irritado e agitado, William pensando numa forma de escapar de James e se desculpar com ela.

Ela escolhera William e logicamente que foi a escolha errada. Na verdade nem chegou a ter a opção, só tinha o William e o quis. Mas ele era tão magnífico que conseguia agradar duas namoradas ao mesmo tempo.
Em vila pequena os boatos se espalham rápido.

James sempre foi sutil e reservado. Ao ver que William a conquistara desistiu de tentar expressar seus sentimentos, sabia que era apenas da guarda real e não tinha sangue nobre como William, que de nobre só tinha o sangue e porque não foi opção dele!

Com os olhos cheios de lágrimas e o coração partido de dor por causa do William, ela escutava com atenção a discussão que ocorria por entre os livros.

“Se eu tivesse o amor dela por um dia, um único dia, eu a faria feliz todas as 24 horas! E o que você fez? Teve muito mais que um dia, teria a vida toda se quisesse, e nesse pouco tempo conseguiu fazê-la chorar!”

William não estava nem ai para as palavras de James.
“Qual é a sua? Nós vamos nos casar, unificar nosso reino e nosso poder!”

Que bela preocupação do Sr. Escolhido!
E porque James nunca disse isso, ou alguma coisa que fosse a ela? Pensava. Era bom ouvir isso dele.

Mas que mundo confuso!
Porque acreditara em William, entregou-se a ele e agora estava sentindo palpitações de excitação por ouvir as palavras de James.
Que coração burro!
Escolheu a pessoa errada? Ou está apenas suprindo a perda e a rejeição causada por William?”

2 comentários:

Rebeca disse...

Olá, estava passeando por alguns blogs e vim conhecer o seu! ^^

Nossa, é sempre assim, quando a gente escolhe um caminho, na maior parte das vezes descobre que o outro caminho poderia ter sido melhor, mas.. já é tarde!

Adorei o texto.

Já sigo aqui e no Twitter!
Beijos e boa semana!

Carla Martins disse...

Boa semana pra vc, flor!

beijinhos!