terça-feira, 1 de setembro de 2009

Terça- feira, Primeiro de Setembro de 2009 às 14h 42min.
De um Palácio Lilás só meu.

Sou egoísta.
Eu não era, mas conforme fui acompanhando as pessoas ao meu redor, percebi que eu não me importava o suficiente comigo mesma.
Agora penso primeiro em mim, e muitas vezes só em mim.
Quando eu penso nos outros eu me decepciono. Isso de um modo geral.
Mas mesmo assim, ainda acabo esquecendo que sou egoísta e caio na besteira de fazer algo por alguém que vai me decepcionar na primeira oportunidade.



Tenho que confessar uma coisa.
É algo que vem me incomodando há algum tempo. Na verdade, me incomoda desde 2006.
Eu te traí. Traí sim. Traí mesmo.
Mesmo assim você ainda vai me amar? E ainda assim, quer pedir pro me pai pra casar comigo?
Mas eu estava com raiva, você foi uma besta. Não me avisou nada, disseram-me que você não ia.
E depois você chegou. Nossa, foi por pouco, quase coloquei tudo a perder naquele dia.
Um mês depois eu já não ligava mais, mandei tudo pelos ares, e no momento do ponto final, percebia-se as lágrimas tentando ser contidas, eu lembrei que te traí.
Mas aí já era tarde, não tinha mais pra quê contar.
Porém, continuou a me perturbar por todo esse tempo, mas para tirar isso da cabeça, achei por bem depositar tudo no meu diário, no meu mundo lilás, no meu espaço ecologicamente mais correto que um diário de papel e cadeado.

d^.^b: It’s not right – Dennis Christopher

Eu ainda jogo Mário.


Eu tenho ciúme do que já não me pertence.
Você tem ciúme de ex-namorado? Ex-livro? Ex-blusa?
Eu passo pra frente essas coisas, mas tenho ciúme.
Foi meu poxa, vê se cuida bem, porque eu cuidei.
Mas tenho um ciúme calado, um ciúme silencioso, mas que pode gerar algumas birras.

Não quero saber sobre isso, vamos mudar de assunto?
Bem que você podia arrumar alguém melhor.
Poxa, depois de mim, só isso? Decaiu!

Cuidado, era meu.
Não deixa fazer orelha.
Você grifou com marca texto?

Nossa, que suja, lava às vezes.
Num fica esticando as mangas que estraga.
Você manchou ela?

O que foi meu deveria continuar sendo.

d^.^b: Let Me Go - 3 Doors Down

6 comentários:

Dri Viaro disse...

Tenha uma semana abençoada
bjs

gurideape.com disse...

bahh...tambem sou muito egoísta...

mesmo com coisas que não uso, como vc falou : "são minhas, pô"...

Cito como exemplo, os boxes dos Cavaleiros do Zodíaco que comprei original( sim, parece besteira gostar de desenho aos 22 anos, mas eu adoro )o fato é que quando falo que tenho eles e que não vou emprestar as pessoas ficam brabas, mas gastei $$ nele por que gosto e porque queria que fosse original, agora chega os carinhas querendo levar pra casa de barbada? não é bem assim...hehehe...esta na loja...é só comprar!

Boa semana guria...

Jose Ramon Santana Vazquez disse...

...juego
del
corazon
al
entregar
cah
tu
ilusion
para
todos
aqui
dentro
siempre...


desde mis --- horas rotas --


te sigo cah , comparto tu

bello blog. con un fuerte

abrazo.

afectuosamente:

jose

ramon...

Carol Fonseca disse...

hehe,carol!
legal seus post,eu tb morro de ciúmes de tudo q um dia foi meu,e não me desfaço de tudo,eu prendo,mas tem algumas coisas que conseguem fugir...
um grande beijo flor!

Carla Martins disse...

verdade....coisas que foram nossa,sd mas que já não são mais, dão um pouquinho de ciúme sim, na verdade acho que é o sentimento de posse, que é horrível, mas existe. É bom a gente ver nossas "ex" possem com outros "donos", exatamente para exercitarmos o desapego.

:)

beijos!

A Madrasta Má disse...

Vc está correta, em partes temos que ser egoístas sim, ter auto-estima elevada e nos amar...
traiu e se arrependeu, se tiver que ser, será e coloquem uma pedra por cima do assunto!
Bjinhos da Madrasta!