sábado, 26 de fevereiro de 2011


25 de Fevereiro de 2011, sexta- feira às 19h38min.
Palácio Lilás

Como posso ser tão chata!?
Às vezes nem eu me agüento. Cada coisa insignificante e mesmo assim eu sou chatinha.
Dou crises paranóicas e logo depois percebo que foi totalmente desnecessário, e me arrependo.
Me pego pensando porque dou as crises? Não sei ainda. Cismo com umas coisas totalmente banais, e quando percebo até me envergonho.
O maior alvo das minhas chatisses agudas é meu pobre e lindo namorado. Não sei como ele não dá uns gritos: “Pára de ser paranóica! Pára de pensar e inventar bobagens!”. Temo que isso não está longe de acontecer.

Quero mudar isso e acho que o passo mais importante já foi dado, porque eu já identifico por eu mesma esse falho e já me conscientizei de que preciso mudar.
Mas é difícil mudar essas pequenas coisas em nós mesmos.
Quando percebo, já fiz a bobagem, já disse a besteira... Aí me resta apenas tentar concertar. Mas não sei por quanto tempo as pessoas à minha volta conseguirão superar essas minhas crises paranóicas, então melhor mudar antes que tenham elas, crises comigo.

--------------------------------------*--------------------------------------


26 de Fevereiro de 2011 às 1h20min. – Sábado


Algumas coisas jamais mudam... Até quando deveriam mudar, continuam igual, mas eu agradeço muito por isso!

___________________________*KaLu*

E tudo que tiver que ser, será.

Parabéns Dinato!

Quero gravar bastante informação do meu final de semana para postar coisas novas depois.

Estou indo pra cidade reta mais tarde, ou mais de manhã... Enfim...
Até domingo pessoas!

Um comentário:

Ju Poggi disse...

Pois é... surtar todo mundo surta mas reconhecer que errou e pedir desculpas é sempre sábio!